Hudson entra na vaga de Martinelli contra o Fortaleza no Maracanã

0
145
Hudson
Hudson (Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.)

O técnico do Marcão do Fluminense deverá usar Hudson na vaga de Martinelli, contundido, na partida contra o Fortaleza nesta quinta-feira no maracanã, às 21h30. O tricolor também não terá o lateral-esquerdo Egídio e o zagueiro Nino, suspensos por terem levado o terceiro cartão amarelo contra o Santos na Vila Belmiro.

O jogo contra os cearenses é fundamental para o tricolor carioca na luta por uma vaga direta na fase de grupos da Taça Libertadores de 2021. O Fluminense precisa ganhar seu último compromisso pelo Brasileirão e torcer para que o São Paulo não derrote o Flamengo no Morumbi no mesmo dia e horário. Caso contrário disputará a pré-Libertadores.

O Fluminense chega ao final de 2020 de maneira surpreendente e com uma excelente campanha no Brasileirão. Com uma equipe repleta de ótimos jogadores da base assessorados principalmente pela experiência e o talento do meia Nenê, o tricolor ameaça a vaga do São Paulo, uma equipe com jogadores consagrados como Daniel Alves, ex-seleção brasileira, e investimento muito superior no elenco que os cariocas.

A torcida tricolor preparou um mosaico para apresentar na partida de encerramento da equipe no campeonato. No mosaico consta a frase “Fechados pela Libertadores” e o clube vive um ótimo momento em relação a seus torcedores.

A ordem nas Laranjeiras é apresentar o melhor futebol possível contra o Fortaleza e tentar na medida do possível o andamento da partida entre São Paulo e Flamengo no Morumbi. Lembrando que a tarefa dos são paulinos, mesmo jogando em seus domínios, não será das mais fáceis, pois o rubro negro carioca precisa da vitória para conquistar seu segundo título brasileiro consecutivo.

O confronto entre Fluminense e Fortaleza será transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo canal Premiere. O time cearense ainda tem risco remoto de ser rebaixado para a Série B. Se perder no Rio o Vasco fugirá da degola apenas se tirar uma desvantagem de 12 gols de saldo, uma missão quase impossível.