Mato Grosso comemora primeiro representante na Série A em 35 anos

0
200
Cuiabá
Cuiabá

Considerado um estado sem muita expressão no futebol brasileiro, o Mato Grosso não enviava um representante à elite do esporte no País há 35 anos. Agora, porém, depois de uma campanha de alto nível o Cuiabá conseguiu o feito e disputará a Série A no Brasileirão de 2021.

O último clube mato-grossense a disputar a primeira divisão foi o Operário, no distante ano de 1986. Mixto e Dom Bosco também tiveram participações em campeonatos brasileiros, mas todos três em um período anterior à fase dos pontos corridos.

A ascensão do Dourado – como é conhecido o Cuiabá – pode ser considerada épica. Clube fundado em 2001 por Luís Carlos Tóffoli, o Gaúcho, ex-atacante campeão brasileiro pelo Flamengo em 1992, o Cuiabá conseguiu seu primeiro título estadual em 2003, repetindo a dose no ano seguinte. Pouco depois entrou em grave crise financeira e fechou as portas por três anos.

O Dourado se reorganizou, passou a ser muito bem administrado e começou a subir etapas até a divisão de elite do Brasil. Na campanha deste ano na Série B já tem 61 pontos e, mesmo faltando ainda uma partida para o término da competição e com a derrota por 3 x 1 em casa para o Sampaio Corrêa na última rodada, assegurou vaga na primeira divisão.  O quinto colocado, o CSA, tem 57 pontos e não pode mais alcançar o Dourado. Festa em Cuiabá!

O elenco do Cuiabá é repleto de jogadores que passaram por times de Goiás, casos de Marcinho – que ainda pertence ao Goiás -, Romário, lateral-esquerdo que jogou tanto pelo Atlético (GO) quanto pelo Vila Nova e o Willians Santana, que atuou pelo Dragão rubro negro em algumas temporadas. 

Agora já na Série A a intenção da diretoria do Dourado é reforçar ainda mais a equipe e se manter no topo nos próximos anos.