Tite deixa Marinho de fora da Seleção

0
21
Tite
Tite (foto: Lucas Figueiredo / CBF)

O técnico Tite não convocou Marinho, jogador do Santos, destaque do último campeonato Brasileiro, para a Seleção Brasileira que irá participar de dois jogos válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, em 2022. Nesta sexta-feira, o Brasil enfrenta o Equador, às 21.30. no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. E, na próxima terça-feira, o Paraguai, em Assunção, no mesmo horário.    

Às vezes é difícil entender a lógica de determinados técnicos de futebol. Não vou citar nomes para não ferir suscetibilidades, mas, na verdade, dois jogadores convocados são bons apenas para clubes, sem um nível técnico à altura para uma seleção.

Lembrei de chofre de dois episódios marcantes em termos de seleção: já classificada para a Copa do Mundo do México em 1970 – período mais duro da ditadura militar no Brasil -, dando prosseguimento aos treinamentos, o técnico João Saldanha (1917-1990) – antes de ser defenestrado por questões políticas – dirige o time em dois amistosos contra a Argentina.

Na véspera do primeiro jogo em Porto Alegre, um repórter pergunta a Saldanha, se ele sabia que o presidente Médici – o ditador de plantão à época – aprovaria a convocação de Dario. “Eu não escalo o ministério, nem o presidente escala o time”, respondeu Saldanha, com a objetividade que sempre o caracterizou.

Dario foi um bom centroavante, com passagens por vários times, mas tecnicamente não tinha, de fato, vaga na seleção, repleta de craques. Com a saída do Saldanha, Zagalo assume como técnico, e convoca Dario.

Na Copa do Mundo da Argentina, em 1978, o técnico Cláudio Coutinho (1939-1981) optou no meio-campo por Chicão, jogador do São Paulo limitado tecnicamente e faltoso em excesso, em detrimento do craque Falcão, do Internacional. 

Espera-se que, nesses dois jogos nossa seleção confirme o seu favoritismo e que Tite defina logo o seu time titular.

Na estreia do Santos na Copa do Brasil, na última terça-feira – partida de ida da terceira fase da competição – diante do Cianorte (PR), o time santista venceu pelo placar de 2 a O. Marinho fez o segundo gol.