Boca Juniors mantém tradição de carrasco de brasileiros na Libertadores

0
60
Boca Juniors

O Internacional bem que tentou. Após a derrota em casa para o Boca Juniors por 1 x 0 na partida de ida desta fase da Copa Libertadores da América o clube gaúcho foi a Buenos Aires e devolveu o placar. Porém acabou derrotado e eliminado nos pênaltis pelo time argentino.

A eliminação do Inter foi a 17ª de equipes brasileiras decretadas pelo clube mais popular da Argentina, confirmando a fama de grande carrasco dos times de nosso País. 

Das 20 vezes que enfrentou brasileiros em fases de mata-mata da Libertadores o Boca passou de etapa em 17. Apenas em três oportunidades foi derrotado: em 1963 contra o Santos de Pelé, em 2008 contra o Fluminense e na final de 2012 contra o Corinthians, quando o Timão se sagrou campeão da competição.

  Palmeiras e Cruzeiro foram eliminados três vezes cada da Libertadores pelo Boca. O alviverde paulista perdeu para os argentinos nas edições de 2000, 2001 e 2018 e a Raposa acabou derrotada pelo mesmo adversário nos anos de 1977, 2008 e 2018.

Em toda a história do torneio continental o Boca enfrentou clubes brasileiros em 53 oportunidades e os xeneizes conquistaram 24 vitórias, 15 empates e 14 derrotas, marcando 79 gols e sofrendo 59 contando é claro as fases de grupo e não apenas os mata-matas. 

Após passar pelo Internacional em Buenos Aires o Boca Juniors vai encarar o “conterrâneo” Racing na próxima fase, que eliminou nada mais nada menos que o atual campeão do torneio, o Flamengo, em pleno Maracanã. O clube mais popular da Argentina venceu a Libertadores seis vezes e o Racing em apenas uma oportunidade.