Botafogo disputa com Junior Barranquilla primeiro lugar do Grupo D da Libertadores

0
196
Imagem: Divulgação

Depois de um começo catastrófico na Libertadores deste ano, perdendo as duas primeira partidas, o Botafogo se recuperou de maneira brilhante, venceu três jogos em sequência e garantiu a classificação para as oitavas de final do torneio. Agora, o alvinegro carioca luta com o Junior Barranquilla da Colômbia pelo primeiro lugar do Grupo D. As duas equipes se enfrentam nesta terça-feira às 19 horas (de Brasília) no Estádio Metropolitano, em Barranquilla.

Os times estão empatados, com nove pontos cada, mas por ter melhor saldo de gols os colombianos só precisam de um empate em casa para confirmarem a classificação no primeiro lugar e passarem às oitavas com a vantagem de fazerem a partida de volta em seu próprio estádio. O adversário do Botafogo é o atual campeão da Colômbia e bateu o Glorioso por 3 x 1 no Nilton Santos, na primeira rodada da chave.

A equipe comandada pelo português Artur Jorge tem subido muito de produção e, além de ter se classificado na Libertadores, também avançou às oitavas de final da Copa do Brasil depois de derrotar o Vitória em duas oportunidades, por 1 x 0 no Rio de Janeiro e 2 x 1 em Salvador.

O Junior Barranquilla, comandado por Arturo Reyes, usará o que tem de melhor no jogo de hoje e o técnico deverá repetir a escalação que derrotou a LDU por 1 x 0 na última rodada. Trata-se de uma equipe muito bem montada e que sabe como explorar os contra-ataques com rapidez e eficiência.

O Botafogo mais uma vez terá muitos desfalques. Porém, uma boa notícia para a torcida do Botafogo é que o artilheiro Tiquinho Soares estará de volta aos titulares, já recuperado de uma lesão na coxa. Danilo Barbosa também estará de fora por ter te cumprir suspensão e Savarino é outra baixa, por estar com fadiga muscular.

O duelo entre Junior Barranquilla e Botafogo pela rodada final do Grupo D da Libertadores terá a transmissão ao vivo do Canal ESPN a partir das 18h50 (de Brasília), direto do Estádio Metropolitano de Barranquilla, na Colômbia. O trio de arbitragem vem da Venezuela, com Jesus Noel Valenzuela no apito, auxiliado por Jorge Eliecer Urrego Martinez e Tulio Enrique Moreno Cadeño. No VAR estará o argentino German Raul Delfino.