Classificação para as oitavas rende ao Fluminense mais R$ 5,5 milhões na Copa Libertadores

0
32
Nenê
Nenê (foto: Site Oficial do Fluminense)

O Fluminense conseguiu na noite de terça-feira escrever mais uma das douradas páginas de sua vitoriosa história. O heroico triunfo de 3 x 1 sobre o River Plate em plena Buenos Aires assegurou ao tricolor das Laranjeiras o primeiro lugar do Grupo D com 11 pontos, dois a mais que o próprio clube argentino, o outro classificado da chave, e significou um ótimo adicional aos cofres dos cariocas na temporada.

Pela classificação no primeiro lugar do grupo o tricolor receberá mais R$ 5,5 milhões, segundo o regulamento da Conmebol. Nada mal em um período de “vacas magras” agravado pela pandemia do novo coronavírus.

Um outro detalhe interessante foi mais uma vez confirmado no jogo contra o River Plate em Buenos Aires: desde que a Copa Libertadores passou a utilizar o formato de oito grupos de quatro na fase inicial o Fluminense disputou cinco edições e jamais ficou de fora da disputa das oitavas de final da competição.

Além disso, o tricolor conseguiu outra vez terminar a fase inicial no primeiro lugar do seu grupo. Nas cinco classificações obtidas na primeira fase de edições passadas da Libertadores, apenas em 2011 o clube das Laranjeiras não foi o primeiro, mesmo enfrentando adversários difíceis e de muita tradição no futebol sul-americana.

Os gols da vitória tricolor foram marcados por Caio Paulista, Nenê e Yago, descontando Girotti para o River Plate. O clube argentino vem sofrendo com muitos desfalques por conta de um surto de covid-19 e mais uma vez não foi diferente no confronto com o Fluminense. Entretanto nada pode apoiar o brilho da excepcional apresentação do clube carioca em Buenos Aires. 

Agora o Fluminense aguarda a definição da etapa inicial da Libertadores para saber qual será seu adversário nas oitavas de final. A única certeza é que na próxima fase o segundo e decisivo jogo ocorrerá no Estádio do Maracanã.