Com pelo menos 17 baixas Palmeiras enfrenta Delfín no Equador

0
83
Palmeiras

O Palmeiras enfrenta nesta quarta-feira, às 19h15 em Manta, no Equador, o Delfín na primeira partida pelas oitavas de final da Copa Libertadores. Como já vem ocorrendo no Brasileirão, o alviverde terá muitos desfalques no confronto, com 14 atletas que testaram positivo para a Covid-19 e mais seis entregues ao departamento médico do clube.

O Palestra terminou a fase de grupos como o primeiro na classificação geral, com 16 pontos, e terá mando de campo nos jogos de volta dos mata-matas até a semifinal da competição, caso chegue até aquela fase. A equipe está invicta após seis rodadas pelo torneio continental.

O técnico português Abel Ferreira sabe que terá muita dificuldade para enfrentar o Delfín, uma das surpresas da primeira fase da Libertadores. O time equatoriano chegou em segundo no grupo G, atrás apenas do Santos, e participa pela terceira vez de uma edição do torneio. Na fase de grupos eliminou o Olimpia, tricampeão da América.

Mesmo com tantos desfalques Abel Ferreira quer manter seu tradicional estilo ofensivo no compromisso desta quarta-feira à noite no Equador e confia nos substitutos que colocará em campo contra o Delfín. O treinador quer a vitória para jogar com mais tranquilidade na partida de volta em São Paulo na próxima semana.

Luan, Gustavo Scarpa, Rony e Veron talvez possam entrar em campo, dependendo apenas de um resultado negativo no próximo exame de Covid-19 que farão. Os quatro já cumpriram o isolamento padrão e esperam uma definição sobre uma possível escalação contra o Delfín.

A partida do Verdão no Equador será transmitida pelo canal Fox Sports.