Em má situação financeira Santos garantirá U$ 3 milhões se avançar na Libertadores

0
45
Santos

A vitória por 3 x 1 na partida de ida contra o San Lorenzo na Argentina foi comemorada pela diretoria do Santos não apenas pelo aspecto esportivo, com o clube dando um grande passo para chegar à fase de grupos da Libertadores. A questão financeira, que tem preocupado muito os dirigentes do alvinegro praiano, também conta e muito neste momento.

Se passar pelo “clube do papa” na partida de volta no Brasil o Santos receberá, segundo o regulamento da Conmebol, US$ 1 milhão por cada partida que fizer como mandante já na fase de grupos da mais importante competição do continente. Isto representaria cerca de R$ 17 milhões na cotação atual para os cofres do Peixe.

O alvinegro praiano passa por problemas financeiros e a Libertadores poderá ser um grande alívio para a diretoria, principalmente em um período de pandemia e ausência de público nos estádios de futebol no Brasil.

As premiações na Libertadores são cumulativas. Caso o Santos passe para as oitavas de final do torneio embolsará mais US$ 1,05 milhão. Quem passar para as quartas e a semifinal receberá, respectivamente, US$ 1,5 milhão e US$ 2 milhões. O vice-campeão garantirá US$ 6 milhões e quem conquistar o torneio arrecadará mais US$ 15 milhões. De fato, uma grande injeção de dinheiro para que avançar até a grande decisão!

Vice-campeão na última edição do torneio, o Santos conta muito com o sucesso em mais um Libertadores para sair do buraco financeiro. A partida de volta contra o San Lorenzo está a princípio marcada para a próxima terça-feira no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, às 21h30.  O confronto, porém, poderá ocorrer em outra data e local, caso o Governo do DF proíba eventos esportivos por conta do agravamento da pandemia do novo coronavírus.