Gabigol iguala marcas de Pelé e Zico em uma só noite de Libertadores

0
42
Gabigol
Gabigol (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

O Flamengo suou, dificultou um jogo que até parecia fácil, mas derrotou a LDU fora de casa por 3 x 2 e confirmou os 100% de aproveitamento e liderança do Grupo G da Libertadores com nove pontos em três partidas disputadas. Um jogador em especial tem ainda mais para comemorar, pois igualou marcas de dois dos maiores atletas do futebol brasileiro e mundial.

Com os dois gols que marcou na noite desta terça-feira na altitude de Quito, no Equador, Gabigol chegou a 17 tentos pela Copa Libertadores da América, superando a marca de Zico – até então o maior artilheiro do Flamengo na competição – e igualando a de Pelé, escrevendo seu nome na história do torneio mais importante da América do Sul.

Zico, na verdade, marcou 16 gols pelo Flamengo na Libertadores em 20 partidas pelo torneio e Pelé 17 em 15 confrontos pela competição com a camisa do Santos. Gabigol, por outro lado, fez o mesmo número detentos que o Rei do Futebol, mas em 26 partidas, o que dá ao maior craque da história uma média superior ao atual artilheiro flamenguista.

– Claro que esta marca é muito especial para mim, histórico. Divido isto com todos, minha família, jogadores do Flamengo, torcida, staff. Eu nada conseguiria sem eles – comentou Gabigol depois da partida sobre os gols e a noite inesquecível para o atacante na Copa Libertadores da América.

Com o triunfo no duelo com a LDU em Quito na última terça-feira o Flamengo praticamente assegurou a classificação para a próxima fase da Copa Libertadores da América. A meta é não apenas ficar em primeiro no grupo, mas ser a equipe com maior pontuação na primeira fase, o que permitirá ao rubro negro jogar sempre a segunda partida em casa nas fases seguintes da competição.