Inter precisa quebrar jejum de um mês sem vitórias fora de casa

0
37
Internacional

O Internacional vive uma fase no mínimo problemática tanto na Copa Libertadores quanto no Campeonato Gaúcho e precisa se recuperar com urgência e quebrar um incômodo jejum: o Colorado está há um mês sem vitórias fora de casa.

O problema é que não há espaço para novos insucessos. Nesta quinta-feira às 21 horas o time enfrenta o Olímpia do Paraguai em Assunção pela Copa Libertadores da América. O Colorado faz parte do Grupo B, o mais equilibrado da competição até o momento, pois as quatro equipes estão empatadas com seis pontos cada. Qualquer erro nas duas partidas restantes pode ser fatal para o clube brasileiro.

Por hora o Internacional se mantém em primeiro na chave apenas pelo melhor saldo de gols em relação aos adversários, mas precisa pontuar em Assunção para não deixar a classificação para as oitavas de final escorrer pelas mãos. 

A última vitória do Colorado fora de casa ocorreu no dia 14 de abril, com um 6 x 1 sobre o Aimoré pelo campeonato estadual. Desde que assumiu como técnico Miguel Ángel Ramirez comandou o grupo em sete oportunidades fora do Beira-Rio, com um aproveitamento de apenas 42,85%, vencendo três e perdendo quatro. Muito pouco para um time que tem altas metas para a temporada.

No próximo domingo outro desafio: vencer o maior rival Grêmio na arena do adversário por dois gols de diferença na segunda partida da final do Gauchão para sagrar-se campeão estadual, o que no caso do Colorado não ocorre desde 2016. O tricolor, por outro lado, disputa o tetracampeonato. Se o confronto terminar 1 x 0 para o time do Beira-Rio haverá cobranças de pênaltis para decidir o título.

A situação pode ser bem mais complicada para o Inter, pois em sete anos o clube venceu apenas uma vez o arquirrival na Arena. Desde 2014 aconteceram 15 clássicos no estádio gremista, com oito vitórias para os tricolores e sete empates. 

O Gre-Nal decisivo, de número 432, começará às 16 horas do próximo domingo e o Inter precisa acordar para que não seja mais uma vez alvo de memes de seus maiores rivais.