São Paulo e Palmeiras não podem treinar no Peru para jogos pela Libertadores

0
108
Libertadores

Mais uma vez a situação sem controle da pandemia do novo coronavírus no Brasil prejudica clubes do País em compromissos no exterior. São Paulo e Palmeiras não poderão realizar treinamentos no país vizinho antes de seus jogos pela Copa Libertadores no Peru esta semana.

O Tricolor enfrentará o Sporting Cristal nesta terça-feira às 21h30 no Estádio Nacional e o Palestra encara o Universitario na quarta, às 21 horas, no Estádio Monumental pela primeira rodada da fase de grupos da maior competição interclubes do continente.

O protocolo sanitário do Peru referente à pandemia tem especificações para equipes brasileiras, que estão autorizadas a jogar, mas não podem fazer qualquer treinamento ou reconhecimento de gramado em território peruano.

A Federação Peruana de Futebol (FPF) chegou a solicitar a liberação dos treinos pré-jogo ao Instituto Peruano do Esporte (IPD), que depois de analisar o pedido acabou recusando. As delegações devem ir do aeroporto diretamente para o hotel e lá aguardarem até a hora de se locomoverem para o estádio de realização do confronto.

O local onde a delegação de time brasileiro estiver hospedada terá policiais posicionadas em frente para impedir qualquer tipo de movimentação para além dos limites permitidos pelo órgão de segurança sanitário peruano.

Brasileiros estão proibidos de entrar em vários países, mesmo por motivo profissional. A situação da pandemia no Brasil é considerada fora de controle e potencialmente perigosa para a segurança sanitária internacional, o que tem levado às severas restrições também no mundo do futebol.