Perto da classificação, São Paulo encara o Tigre pela Sul-Americana

0
134
Imagem: Divulgação/Conmebol

São Paulo e Tigre se enfrentam nesta terça-feira às 21h30 no Morumbi pela rodada derradeira do Grupo D da Copa Sul-Americana. Líder absoluto da chave, com 13 pontos e 11 gols de saldo, o time brasileiro praticamente já garantiu o primeiro lugar e a classificação direta para a próxima fase do torneio internacional.

O tricolor paulista só perderá a ponta no grupo, para o próprio adversário de hoje, se perder o confronto com o Tigre por três ou mais gols de diferença. Com uma situação tão cômoda o técnico Dorival Júnior poderá até mesmo poupar alguns de seus atletas titulares para descansar o elenco para disputa do Brasileirão. Na última rodada da Série A o São Paulo perdeu para o Cruzeiro em Belo Horizonte por 1 x 0.

O Tigre dificilmente conseguirá superar o São Paulo na classificação do Grupo D, mas já tem pelo menos a garantia da vaga na primeira etapa de mata-mata do torneio continental, que será contra os terceiros colocados das chaves da Taça Libertadores. A equipe, agora comandada por Juan Manuel Sara, ganhou somente três dos últimos dez jogos que disputou.

Dorival Júnior deverá descansar atletas como Calleri e Arboleda no compromisso de hoje no Morumbi. No próximo final de semana o tricolor paulista enfrentará o Fluminense na capital paulista e logo em seguida começará a disputa das quartas de final da Copa do Brasil, enfrentando o Palmeiras.

No Tigre o novo treinador terá time praticamente completo para a última partida do Grupo D da Sul-Americana. Mesmo que não consiga a vaga em primeiro lugar na chave, o objetivo da comissão técnica e dos atletas é conseguir um triunfo fora de casa para iniciar a recuperação na temporada.

O jogo entre São Paulo e Tigre pela Copa Sul-Americana será transmitido pelo SBT e pelo Paramount + para todo o País a partir das 21h20, direto do Estádio do Morumbi. O juiz da partida será o equatoriano Guillermo Guerrero, auxiliado pelos compatriotas Ricardo Baren e Dennys Guerrero. No VAR estará Edison Vasquez, também da Federação do Equador.