Jorge Jesus tem primeiro grande revés com o Benfica

0
79
Jorge Jesus
Jorge Jesus (foto: Site oficial do Benfica)

O técnico Jorge Jesus, que dirigiu o Flamengo no vitorioso e inesquecível ano de 2019, conquistando vários títulos pelo clube brasileiro, preferiu deixar o rubro negro para dirigir o Benfica, de sua terra natal. Na ocasião o treinador afirmou que deixava o Brasil para fazer parte de um “projeto vitorioso” em Portugal, mas nesta terça-feira sofreu um revés inesperado com a derrota por 2 x 1 para o modesto PAOK da Grécia e já está eliminado da Liga dos Campeões da Europa na fase de classificação.

Com os brasileiros Everton Cebolinha e Pedrinho como titulares, os “encarnados” dominaram o primeiro tempo e deram nove chutes, contra apenas dois do PAOK, que jogou em casa. Parecia que a vitória do Benfica viria naturalmente com o tempo, mas não foi o que aconteceu.

Os gregos – que nunca disputaram uma fase de grupo da principal competição europeia – voltaram para o segundo tempo muito determinados a realizar o sonho e marcaram seus gols aos 17, com Akpom, e aos 29, com Zivkovic. 

Mesmo com um elenco bem superior os portugueses ficaram perdidos em campo, parecendo não acreditar no que estava acontecendo. O Benfica só conseguiu marcar seu tento único quando já era tarde, aos 48 minutos, com Rafa Silva.

Fim de jogo e o grande sonho europeu se Jorge Jesus desmoronou. O “Mister” deve estar lembrando com saudades o ano de ouro com Flamengo. Agora é preparar-se para o Campeonato Português e tentar recuperar o título nacional, perdido na última temporada para o Porto.