Vila Nova recebe o Avaí e quer se consolidar no G-4 da Série B

0
179
Vila Nova
Imagem: Divulgação

Depois de bater o Juventude em Caxias do Sul e quebrar um jejum de cinco jogos sem vencer, o Vila Nova recebe o Avaí, ameaçado pela zona de rebaixamento, em duelo agendado para o Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga (Oba), em Goiânia, neste sábado, às 18 horas. O confronto vale pela 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

O Tigre está em quarto lugar no torneio nacional, com 38 pontos, sete a menos que o líder Sport – que já jogou na rodada -, mas empatado com o Criciúma. Os goianos, porém, estão na frente dos catarinenses por terem quatro gols a mais de saldo. Por isso o Colorado precisa superar o Avaí em casa para manter-se na parte de cima do campeonato.

O Avaí está em 16º lugar, com 21 pontos, um a mais que o Tombense, que no momento abre a zona de rebaixamento. O Leão da Ilha venceu na última rodada e depois de dois meses  conseguiu a região da degola. Para se afastar do perigo o time azul precisa de um bom resultado fora de casa neste domingo.

O técnico do Vila Nova, Marquinhos Santos, terá de substituir Lourenço, que está suspenso e não poderá enfrentar o Avaí. Disputam sua vaga Everton Brito e Ronald. O restante da equipe deverá ser o mesmo onze que venceu o Juventude fora de casa, quebrando um incômodo jejum do Tigre na Série B.

Eduardo Barroca, treinador do Avaí, não terá William Pottker, que está suspenso, mas Felipinho está mais uma vez à disposição para o jogo contra o Vila Nova em Goiânia. Felipe Silva e Douglas, dupla que agradou ao técnico nos últimos compromissos do Leão, devem ser mantidos na zaga.

O duelo entre Vila Nova e Avaí terá a transmissão ao vivo, direto de Goiânia, dos canais SporTV e Premiere a partir das 17h50. O juiz do embate será o paulista Matheus Delgado Candançan, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Diego Morelli de Oliveira, também da Federação de São Paulo. No VAR estará o carioca Rodrigo Carvalhaes de Miranda.

Prováveis escalações:

Vila Nova: Dênis Júnior; Léo Duarte, Rafael Duarte, Eduardo Doma e Rodrigo Gelado; Ralf, Igor Henrique, Everton Biro (Ronald) e Guilherme Parede; Henrique Almeida e Neto Pessoa.

Avaí: Igor Bohn; Igor Inocêncio, Douglas, Felipe Silva e Cortez; Wellington, Eduardo e Rafael Gava; Felipinho, Natanael e Denilson.