Jobson pede chance sem custo para ajudar o Botafogo

0
42
Jobson
Jobson (foto: Botafogo / Divulgação)

O polêmico atacante Jobson, que teve o melhor momento de sua turbulenta carreira justamente no Botafogo, se diz torcedor do alvinegro carioca e pede ao menos mais uma chance, “sem custos”, para tentar salvar seu clube de coração de mais um rebaixamento e impor personalidade a um elenco fraco e desmotivado.

Jobson atuou pelo Botafogo em cinco oportunidades nos anos de 2009, 2010, 2012, 2014 e 2015. O alvinegro lhe deu algumas oportunidades de se regenerar depois que o atleta teve problemas com drogas e comportamento turbulento dentro e fora das quatro linhas. O atacante, porém, não correspondeu às expectativas.

Agora, aos 32 anos, o jogador se diz muito mais amadurecido e acredita que está com 50% de sua condição física. Mesmo assim acredita que pode ainda ajudar o clube no dificílimo momento que atravessa no Brasileirão, praticamente rebaixado.

“Sei que posso colaborar com o Botafogo. Foi assim em 2009, quando salvamos o Botafogo de um rebaixamento. As pessoas sabem que vou para cima e com personalidade e isto falta ao time nos dias de hoje. Sei que posso colaborar e muito”, garante Jobson.

O jogador deixou claro que jogaria “por amor” ao Botafogo e que teria muito mais responsabilidade e dedicação que antes. Jobson está realizando pré-temporada no Luziânia de Goiás, mas seu maior sonho é retornar ao Botafogo. 

Apesar dos inúmeros problemas já ocorridos quando o assunto é Jobson, parte da torcida alvinegra, extremamente insatisfeita e mesmo irritada com a péssima qualidade do elenco montado pela diretoria para a trágica temporada de 2020, gostaria de pelo menos mais uma chance ao atleta já no final do Brasileirão. “Pior não pode ficar”, é o que muitos pensam na torcida.

A diretoria do Botafogo, porém, não respondeu ao apelo de Jobson, que provavelmente continuará em Goiás. Nesta quarta-feira o alvinegro enfrentará o Atlético (GO) no Estádio Nilton Santos.