Fluminense busca reação no Brasileirão contra o Goiás no Maracanã

0
150
Foto: Marina Garcia/Fluminense

Fluminense e Goiás se enfrentam nesta quarta-feira às 19 horas no Maracanã pela 29ª rodada da Série A. O tricolor carioca, com foco total na final da Libertadores contra o Boca Juniors, atravessa um momento ruim no Brasileirão e só conquistou um ponto nos últimos quatro jogos. O Esmeraldino conseguiu sair da zona de rebaixamento depois do triunfo sobre o São Paulo na Serrinha, mas precisa continuar pontuando para se afastar da degola.

No momento os cariocas têm 42 pontos e praticamente deram adeus a qualquer possibilidade de conquistarem o título brasileiro. A Libertadores é prioridade máxima para o clube, porém a equipe não pode continuar jogando de maneira displicente a Série A, sob pena de ter de correr atrás do prejuízo caso não tenha sucesso na final do torneio internacional contra os argentinos.

Com um confronto em casa contra o Vasco no próximo final de semana, verdadeiro jogo de seis pontos na luta contra a queda para a Série B, o Goiás quer bater o Fluminense no Maracanã para enfrentar o Cruzmaltino com mais tranquilidade da Serrinha na próxima rodada do Brasileiro. No primeiro turno Goiás e Fluminense empataram em 2 x 2 em Goiânia numa partida muito equilibrada.

Para o duelo de hoje com o Goiás o técnico do Fluminense, Fernando Diniz, terá quatro retornos. Marcelo, Lima, Thiago Santos e Felipe Melo não enfrentaram o Bragantino na derrota do tricolor em Bragança Paulista, mas já estão todos confirmados pera o confronto desta quarta feira no Maracanã.

A única novidade do Esmeraldino será o retorno do volante Willian Oliveira, que cumpriu suspensão na vitória sobre o São Paulo Na Serrinha. Com isso o técnico Armando Evangelista deverá repetir basicamente a escalação usada contra o tricolor paulista.

O confronto terá a transmissão ao vivo dos canais SporTV e Premiere para todo o Brasil a partir das 18h50, direto do Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. No apito estará o gaúcho Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Maira Mastella Moreira, do Rio Grande no Sul. O VAR estará sob a responsabilidade de Wagner Reway (Fifa/PB).