Diretoria do São Paulo rechaça saída de Crespo do comando

0
49
Hernán Crespo
Hernán Crespo (foto: Divulgação/SPFC)

A situação do técnico argentino Hernán Crespo no comando do São Paulo ficou ainda mais delicada com a derrota por 3 x 1 para o Fortaleza na última quarta-feira no Ceará e consequente eliminação da Copa do Brasil nas quartas de final. Apesar de não ter um elenco ruim, o tricolor também não tem rendido muito no Brasileirão e está perigosamente perto da zona de rebaixamento do torneio, na 16ª posição.

O diretor de futebol do clube do Morumbi, Carlos Belmonte, reconhece o momento delicado da equipe na temporada, mas rechaça qualquer possibilidade de saída de Crespo do São Paulo. Em entrevista concedida logo após a partida na arena Castelão ele tentou passar confiança no trabalho do treinador.

– Achamos importante dar uma resposta ao torcedor, que sabemos estar chateado, mas Crespo está mantido como técnico. A diretoria não se esconde nos maus momentos e ainda confia no trabalho do treinador do São Paulo – enfatizou Belmonte.

Ele admitiu que o tricolor não fez uma boa partida em Fortaleza, mas lembrou que o trabalho já rendeu alguns frutos na temporada, como a conquista do Campeonato Paulista, o que não ocorria desde 2005. Belmonte quer mais paciência e tempo para o treinador argentino e acredita na recuperação da equipe no Brasileirão.

Pelo Campeonato Brasileiro o São Paulo enfrentará o Atlético (GO) no próximo domingo, às 16 horas, no Morumbi, e precisa dar em campo uma rápida resposta na temporada, conquistando os três pontos e saindo da delicada situação em que se encontra na tabela de classificação. Em caso de novo insucesso o cargo de Crespo ficará ainda mais ameaçado.