Cruzeiro é derrotado pelo CSA e se complica

0
90
Cruzeiro perde para o CSA
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O martírio da torcida cruzeirense continua e nem a chegada do técnico Ney Franco, décimo treinador a assumir o time em cerca de um ano, parece ter dado um novo perfil à equipe, que se afunda em erros individuais e não consegue uma sequência de vitórias na Série B. Na noite deste sábado outra decepção, com o time derrotado em Maceió por 3 x 1 pelo CSA, até então o lanterna do campeonato.

Já no primeiro tempo o CSA abriu 2 x 0 com gols de Cleberson e Alan. O primeiro do Cruzeiro saiu apenas aos 26 do segundo tempo, com Matheus Pereira, mas os donos da casa ampliaram aos 28 da etapa final e fecharam o placar.

A posse de bola do time mineiro – 71% em toda a partida – pode impressionar quem não assistiu à partida, porém a ineficiência ofensiva assusta. Mesmo tendo dado 14 chutes ao longo do jogo, apenas cinco tiveram como destino a meta do adversário.

O Cruzeiro até começou bem o jogo, atacando e dificultando a saída de bola dos alagoanos. A Raposa chegou a mandar uma bola na trave com Airton. Mas aos 11 o CSA abriu o marcador com Cleberson desviando de cabeça escanteio cobrado pelo ex-jogador cruzeirense Diego Renan. Aos 28, também de cabeça, Alan ampliou, demonstrando mais uma vez a fragilidade da defesa cruzeirense nas bolas altas.

No segundo tempo o lateral esquerdo Matheus, um do únicos a atuar bem pelo time mineiro, fez o gol do Cruzeiro em chute cruzado e sem defesa para o goleiro. Os visitantes foram então para o ataque em busca do empate, mas acabaram levando o terceiro aos 26 minutos com Pedro Junior. O ex-botafoguense Rodrigo Pimpão, do CSA, acabou expulso aos 29 da etapa final. Final CSA 3 x 1.

Com o resultado o Cruzeiro ficou em 15º lugar, mas podendo cair pelo menos mais uma posição até o final da rodada. O próximo jogo do time será contra o Avaí em Belo Horizonte.