Cruzeiro terá força máxima contra o Cuiabá em Belo Horizonte

0
138
Felipão
Felipão (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

O técnico Luiz Felipe Scolari poderá escalar a melhor formação do Cruzeiro para a partida contra o Cuiabá na próxima terça-feira, às 21h30, no Estádio Independência, pela 32ª rodada da Série B do Brasileirão. O time mineiro ainda tem remotas possibilidades de retornar à divisão de elite do futebol nacional, caso vença todos os sete últimos compromissos que lhe restam.

O goleiro Fábio, que recentemente renovou seu contrato com a Raposa, e o atacante Rafael Sóbis voltarão à equipe contra o Dourado em Belo Horizonte. Ambos cumpriram suspensão amarelo por terem levado o terceiro cartão amarelo e não estiveram em campo na derrota para a Ponte Preta na última rodada.

O Cruzeiro ocupa no momento a 11ª colocação na competição, com 40 pontos, nove atrás do primeiro clube da faixa de classificação para a Série A, o Juventude. O Cuiabá é outro dos que estão no G4 da Série B, com dez pontos de vantagem sobre o adversário desta terça-feira. Uma vitória sobre o Cruzeiro representaria um passo muito grande para se afirmar entre os quatro primeiros.

A Raposa comemorará seu 100º aniversário de fundação no próximo dia 2 em uma situação que mesmo o mais pessimista de seus torcedores imaginaria há apenas dois anos. Clube tradicional e vitorioso – tendo já conquistado duas Copas Libertadores e recordista de títulos da Copa do Brasil – a equipe estrelada amarga o primeiro rebaixamento de sua longa história e passará seu centenário na Série B, com pouquíssimas chances de retorno imediato à elite. O Cruzeiro também atravessa um dificílimo momento financeiro, com várias dívidas a pagar.

O time de Felipão ainda precisa de pelo menos mais duas vitórias para escapar definitivamente do risco de um novo rebaixamento, desta vez para a Série C. A possiblidade de nova queda não é muito grande, mas exige cuidado e atenção de técnico e jogadores cruzeirenses.