Fora do América (MG), Lisca deve assumir o Internacional

0
82
Lisca
Lisca (foto: Daniel Hott / América)

O técnico Lisca pediu demissão do América (MG) na tarde desta segunda-feira após um início desastroso na Série A do Brasileirão, com três derrotas em três jogos e a lanterna da competição. O destino do treinador deverá ser o Internacional.

No Brasil vida de treinador pode mudar muito em poucos meses. Em 2020 Lisca comandou o América em uma temporada dos sonhos da torcida do Coelho. O clube mineiro pela primeira vez chegou a uma semifinal de Copa do Brasil, conseguiu o acesso à Série A e no início de 2021 foi vice-campeão estadual, perdendo a decisão para a forte equipe do Atlético (MG).

Com o início da Série A, porém, tudo mudou para o técnico Lisca. Além das três derrotas consecutivas que “asseguraram” a atual lanterna da competição, o clube também foi eliminado precocemente da Copa do Brasil e o treinador ficou muito desgastado junto à torcida e parte da diretoria.

Com a saída do espanhol Miguel Ángel Ramirez do Internacional, o nome de Lisca como seu provável substituto começou a ser ventilado no Beira-Rio. O treinador já trabalhou no Colorado e a diretoria o tem em alta conta no clube.

Nesta segunda-feira o inevitável aconteceu e Lisca anunciou sua saída do América (MG). Mais do que nunca o retorno do treinador para o Colorado gaúcho surge como a principal opção da diretoria do Internacional para substituir Ramirez.

Lisca também ficou muito insatisfeito com a falta de reforços que julgava necessários para que o América tivesse um bom desempenho na Série A sem o risco de um novo rebaixamento. Mesmo com o faturamento de mais de R$ 17 milhões por ter chegado à semifinal da Copa do Brasil a diretoria do Coelho só contratou Bruno Nazário.