Treinador da Tuna Luso diz que faltou ‘rodagem’ ao time na final

0
28
Robson Melo
Robson Melo (foto: Matheus Vieira / Tuna Luso

O técnico da Tuna Luso, Robson Melo, disse que faltou “rodagem” à sua equipe no segundo jogo da decisão do Campeonato Paraense de 2021, conquistado pelo Paysandu. O treinador enfatizou que o time tinha todas as condições de levantar a taça e encerrar o jejum de 33 anos sem títulos do clube, mas se desestruturou também por conta da expulsão de dois jogadores, um em cada tempo do confronto.

A Tuna venceu o Paysandu no primeiro jogo da decisão por 4 x 2 e entrou em campo na partida de volta podendo perder até por um gol de diferença que ficaria com a tão sonhada taça. Em caso de derrota por dois gols de vantagem para o Papão haveria pênaltis. O time do Curuzu, porém, goleou impiedosamente o clube da colônia portuguesa de Belém e acabou como sonho tunense.

– Faltou maturidade e o adversário teve muito mais rodagem que nós, mas tínhamos sim condições de conquistar o título, o que lamentavelmente não aconteceu ontem (domingo) – comentou o técnico tunense em entrevista na manhã desta segunda-feira.

Para Robson Melo, as expulsões de Neto e Lukinha, um em cada tempo do jogo, também dificultaram muito as coisas para sua equipe, que acabou goleada. “A expulsão de Neto foi injusta, pois o primeiro amarelo que o jogador recebeu foi imerecido”, protestou o treinador.

A derrota na final não deve, na opinião do treinador, apagar a bela campanha da Tuna Lusa no Parazão. Segundo o técnico, o clube está se reestruturando e logo dará muito mais alegrias à sua fiel torcida. “Vamos continuar trabalhando muito e forte e o trabalho da diretoria e da torcida para reerguer o clube tem dado resultados. Vamos em frente”, concluiu Robson Melo.