Argentina enfrenta Bolívia em La Paz e Messi pode começar no banco

0
123
Foto: Romain Lantheaume (Fifa)

Vitoriosa na estreia das Eliminatórias com o supercraque Lionel Messi resolvendo uma partida complicada contra o Equador em Buenos Aires com um golaço de falta já no segundo tempo, a Argentina – atual campeã do mundo – tem um jogo teoricamente mais fraco nesta terça-feira às 17 horas (de Brasília) contra a Bolívia.

O duelo ocorrerá no Estádio Hernando Siles e a Bolívia vive um péssimo momento, com protestos de torcedores e problemas com manipulação de resultados nas principais competições nacionais de 2023, que acabaram anuladas. Enquanto os argentinos estão entre os favoritos para chegarem em primeiro lugar nas Eliminatórias, os bolivianos perderam de 5 x 1 na estreia contra o Brasil, em Belém, e parecem estar muito distantes de conseguirem uma vaga para a próxima Copa do Mundo.

O técnico da Seleção Argentina, Lionel Scaloni, está tão otimista em relação ao confronto com a Bolívia que sua grande estrela, Lionel Messi, deverá começar no banco de reservas. Scaloni poderá usar Julián Alvarez e Di Maria entre os titulares no compromisso desta terça-feira, em La Paz.

Na Bolívia o treinador Gustavo Costas tende a usar a mesma escalação da goleada sofrida para o Brasil em Belém. O estádio deverá receber máxima lotação, principalmente com o público que quer ver de perto os campeões mundiais, em especial, é claro, o supercraque Lionel Messi. Todos os ingressos para o jogo estão esgotados desde julho.

O confronto entre Bolívia e Argentina pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026 da Copa será transmitido ao vivo para o Brasil pelo canal SporTV a partir das 17 horas (horário de Brasília), direto de La Paz. O árbitro do jogo será o uruguaio Esteban Ostojich.

Prováveis escalações:

Bolívia: Viscarra; Quinteros, Jusino e Marcelo Suárez; Medina, Villamil, Bejarano, Cespedes e R. Fernandez; Arrascaita e Marcelo Moreno.

Argentina: Martínez; Molina, Otamendi, Romero e Tagliafico; De Paul, Enzo Fernandez (Palácios) e Mac Allister (Paredes); González (Di Maria), Messi (Julián Alvarez) e Lautaro Martínez.