Brasil joga com o Equador pela liderança das Eliminatórias da Copa do Mundo

0
23
Casemiro, Danilo e Neymar Jr.
Casemiro, Danilo e Neymar Jr. (foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O Brasil pode disparar ainda mais na liderança das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar se derrotar o Equador nesta sexta-feira, às 21h30, no Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre. A Seleção tem 100% de aproveitamento nos quatro jogos que disputou até agora e os chilenos ocupam a terceira colocação com nove pontos e precisam da vitória para manter-se no pelotão principal.

O Brasil nunca perdeu para o Equador como mandante. Ao todo foram dez jogos em território brasileiro, com dez vitórias da seleção. Em 32 confrontos entre as duas seleções houve 26 vitórias do Brasil, quatro empates e apenas duas derrotas, a última delas há quase 17 anos.

O adversário vive um ótimo momento nas Eliminatórias e venceu seus três últimos compromissos na competição. Além disso, os equatorianos têm o melhor ataque do torneio, com 13 gols, uma média de 3,2 por partida.

Em seu compromisso na noite da última quinta-feira a Argentina empatou em 1 x 1 com o Chile em Buenos Aires e se manteve na segunda colocação. Se o Brasil derrotar o Equador colocará uma vantagem maior sobre o time de Messi.

A Seleção Brasileira estará muito modificada para o confronto com o Equador, mas Neymar está de volta. O principal jogador brasileiro teve uma lesão que o tirou dos jogos contra a Venezuela e o Uruguai. Por outro lado, Tite promoverá oito mudanças na equipe.

Alisson voltará ao gol brasileiro, Alex Sandro será o titular na lateral esquerda e Éder Militão substituirá Thiago Silva, que está machucado. No meio Fred herda a vaga de Douglas Luiz, que também está contundido, e Lucas Paquetá ficará responsável pela parte de criação. No ataque o artilheiro Gabigol do Flamengo começará jogando, substituindo Firmino. Há cinco anos o atacante rubro negro não era escalado como titular da Seleção Brasileira.

O confronto entre brasileiros e equatorianos será transmitido ao vivo para todo o Brasil pela Rede Globo de Televisão.