Tite tem muitos problemas para escalar Seleção contra a Venezuela

0
35
Tite - foto: Lucas Figueredo / CBF
Tite - foto: Lucas Figueredo / CBF

O técnico da Seleção Brasileira Tite terá alguns problemas para escalar o time na próxima partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, contra a Venezuela no próximo dia 13, às 21h30, em São Paulo. Alguns titulares já foram cortados e a estrela do Brasil, Neymar do PSG, também poderá não estar em campo.

Os problemas de Tite começaram pelo corte de Philippe Coutinho e Fabinho. A Seleção também poderá não contar com o lateral-esquerdo Alex Telles, do Manchester City, que testou positivo para a Covid-19 e está em quarentena. O jogador, porém, não foi cortado e a comissão técnica aguarda para ver se ele se recupera a tempo de enfrentar os venezuelanos no Morumbi.

O caso de Neymar pode ser mais problemático. O craque sentiu uma lesão no músculo adutor da perna esquerda na partida do PSG contra o Istanbul Basaksehir pela Liga dos Campeões e deverá ficar algumas semanas de fora. Tite monitora a situação de seu principal jogador e se sua recuperação não progredir rapidamente o atleta também poderá ser cortado da Seleção.

O maior problema de Tite é que após a partida contra a Venezuela no Brasil, a Sedeleção terá um duríssimo desafio contra o Uruguai no dia 17, no Estádio Centenário de Montevidéu. Seria fundamental a escalação de uma equipe forte para fazer frente aos uruguaios.

Para a vaga de Coutinho já foi chamado o meia Lucas Paquetá, do Lyon da França, mas por enquanto nem sequer se cogitou um nome para ser convocado no lugar de Neymar. A comissão técnica do Brasil mantém o otimismo na recuperação do craque.