A poucos dias da final da Libertadores, Santos quita salários atrasados

0
271
Santos

Como mais uma forma de motivar o elenco para a grande decisão da Copa Libertadores contra o Palmeiras no próximo sábado à tarde, no Estádio do Maracanã, no Rio, a diretoria do Santos quitou todos os salários atrasados, direitos de imagem e Fundo de Garantia dos atletas.

O anúncio foi feito pelo próprio presidente santista, Andrés Rueda, que destacou que a única pendência restante com os jogadores do elenco é a premiação pela classificação obtida na semifinal da Copa Libertadores contra o Boca Juniors da Argentina.

Apesar do “feito” financeiro de saldar quase todos os compromissos com os atletas – uma exigência constante do técnico Cuca para tranquilizar o elenco e deixá-lo mais focado na decisão -, Andrés Rueda também informou que algumas coisas terão de mudar para manter os salários em dia a partir de agora. Reduzir a folha salarial em cerca de 30% já nos próximos meses é o objetivo da diretoria santista.

– A folha salarial no momento chega a quase R$ 10 milhões e teremos de reduzir isto para algo em torno de R$ 7 milhões em pouco tempo, para manter um elenco forte, mas funcional no Santos – assinalou o dirigente.

A decisão contra o Palmeiras – certamente o jogo mais importante do Santos nos últimos anos – tem sido o foco principal do clube. O Santos tentará a conquista de sua quarta Libertadores, enquanto o Palmeiras buscará a segunda.

Nesta terça-feira o Peixe vai encarar o Atlético (MG) no Mineirão, em Belo Horizonte, em partida adiada da 28ª rodada da Série A do Brasileirão. O alvinegro praiano levará a campo uma equipe quase toda reserva, apenas com o goleiro John do time considerado titular escalado.

A ideia é poupar ao máximo o grupo e evitar contusões ou que mais atletas testem positivo para Covid-19 e acabem desfalcando o Peixe na decisão de sábado no Maracanã.