Palmeiras visita o Cerro Porteño pelo Grupo C

0
205
Imagem: Reprodução

O Palmeiras vai a campo em Assunção nesta quarta-feira às 19 horas (horário de Brasília) para enfrentar o Cerro Porteño pela quarta rodada do Grupo C da Taça Libertadores. O jogo acontece no Estádio La Nova Olla, na capital paraguaia, e um triunfo fora de casa encaminhará bastante a classificação da equipe brasileira.

No momento o Verdão é o segundo colocado da chave, com seis pontos, três a menos que o Bolívar, que tem um jogo a mais. Em terceiro vem o Barcelona de Guayaquil, com três pontos, empatado com o próprio Cerro Porteño, mas na frente dos paraguaios pelos critérios de desempate.

O alviverde já conquistou três vezes a Libertadores e no Campeonato Brasileiro está em segundo lugar na tabela, com 15 pontos, três atrás do Botafogo. A equipe paulista empatou o clássico com o Santos no último sábado, na Vila Belmiro, por 0 x 0 e pela competição continental venceu seus dois últimos compromissos.

O Cerro vem de derrota no Campeonato Paraguaio e na Libertadores sofreu uma goleada de 4 x 0 em casa, imposta pelo Bolívar. A necessidade de vencer em Assunção para manter suas chances de classificação fará com certeza que o técnico Facundo Sava adote um esquema bem ofensivo contra o Palmeiras. O treinador não tem desfalques para o duelo desta quarta-feira à noite, mas prefere fazer mistério sobre a escalação que enviará a campo. Morales, que estava contundido, poderá voltar ao time.

No Palmeiras o técnico Abel Ferreira ainda não sabe se poderá escalar Gustavo Gómez, que sofreu uma fissura na face no duelo com o Santos no final da última semana. O zagueiro, porém, viajou com a delegação e tem grandes chances de estar em campo. A tendência é que Abel escale a força máxima para o compromisso com o Cerro Porteño.

O jogo em Assunção será transmitido ao vivo para todo o Brasil pelo canal ESPN a partir das 18h50, horário de Brasília. O árbitro do confronto será Andres Matonte, do Uruguai, auxiliado por seus compatriotas Nicolas Taran e Martín Soppi. Quem ficará responsável pelo VAR será Andrés Cunha, também da Federação do Uruguai.

Prováveis escalações:

Cerro Porteño: Jean; Espínola, Patiño, Piris da Motta (Brock) e Baez; Aquino, Cardozo Lucena (Bobadilla), Viera e Carrizo; Churín e Morales.

Palmeiras: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Zé Rafael, Gabriel Menino e Raphael Veiga; Dudu, Artur e Rony.