Vitória do Santos sobre o San Lorenzo entra para a história do clube

0
29
Foto: Ivan Storti/ Santos FC
Foto: Ivan Storti/ Santos FC

Mais do que conseguir uma excelente vitória por 3 x 1 sobre o San Lorenzo jogando no estádio do adversário, em Buenos Aires, o Santos fez história realizando um feito que nem o escrete de ouro da época de Pelé havia conseguido. Pela primeira vez o time paulista derrotou um adversário argentino fora de casa pela Copa Libertadores da América por dois gols de diferença.

A partida foi realizada na última terça-feira no Estádio El Nuevo Gasómetro, no duelo de ida da terceira fase da competição continental e, com o resultado, o Santos poderá até perder o jogo de volta por um gol jogando no Brasil que estará classificado.

Antes do vitorioso confronto com o San Lorenzo, o Santos havia feito dez partidas em Buenos Aires pela Copa Libertadores da América, com cinco vitórias – todas por apenas um gol de diferença -, diante de equipes como Boca Juniors, Gimnasia y Esgrima, Estudiantes e Defensa y Justicia. O Peixe empatou duas vezes e perdeu três atuando no país vizinho pela competição. 

No jogo desta terça-feira um jogador também entrou para a história como o mais jovem a marcar em uma partida do Santos pela Copa Libertadores. O feito foi realizado pelo atacante Ângelo, de apenas 16 anos de idade. O garoto teve uma atuação tão destacada que mereceu elogios até de um jornal argentino. O Diário Olé exaltou da seguinte maneira, em suas redes sociais, o feito do atacante: “Nasceu em 21 de dezembro de 2004. Estreou na primeira divisão aos 15 anos e esta noite (terça-feira), no Nuevo Gasómetro, fez o primeiro gol de sua carreira. Nasce um craque?”

Os outros dois gols do Peixe na vitória sobre o San Lorenzo foram marcados por Lucas Braga aos 7 e Marinho aos 46 minutos do primeiro tempo, este último de pênalti. Angel Romero diminuiu para os donos da casa aos 26 da segunda etapa e Ângelo deu números finais à partida nos acréscimos.