Final da Uefa Champions League não será mais em São Petersburgo 

0
32
Champions 2022

A criminosa invasão da Ucrânia pelo gigante russo presidido com mão de ferro por Vladimir Putin já começou a causar estragos à imagen do país em outras áreas. A Uefa, entidade máxima do futebol europeu, transferiu a final da Liga dos campeões para Paris. A decisão está marcada para o dia 28 de maio e aconteceria em São Peterburgo.

Vários países europeus imediatamente após a agressão aos ucranianos começaram a pedir sanções aos russos também na área esportiva e a decisão de mudar a sede da disputa da final da Champions já era esperada no mundo do futebol.

A Uefa agradeceu ao presidente da França, Emmanuel Macron, por colaborar com a entidade e dar sinal verde para a final da Champions no Stade de France, em Paris, que já serviu de palco para decisões da Liga dos Campeões da Europa em 2000, vencida pelo Real Madrid, e 2006, conquistada pelo Barcelona. 

O porta-voz do Kremlin, Dmytri Peskov, criticou a decisão da Uefa e enfatizou que São Petersburgo reúne todas as condições de segurança e conforto para receber a decisão da Champions no final de maio. 

As Seleções de Futebol da Polônia, República Tcheca e Suécia, além de criticarem a ação de Putin contra a Ucrânia, se negam a jogar seus compromissos pela repescagem das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar em território russo. O caso ainda será analisado.