Europeus conquistam o 13º mundial da Fifa em 14 edições

0
125
Bayer de Munique

O Bayern de Munique venceu por 1 x 0 o Tigres do México e conquistou mais um título do Mundial da Fifa em partida realizada no Catar nesta quinta-feira. Os bávaros conquistaram pela quarta vez o mais importante torneio interclubes do planeta.

Mais do que a conquista de um clube do chamado Velho Mundo, o título do Bayern demonstra mais uma vez a imensa supremacia da Europa na disputa do troféu. Desde 2007 os europeus conquistaram 13 vezes o Mundial, contra apenas um triunfo de sul-americanos.

A grande exceção foi o Corinthians, que em 2012 bateu o Chelsea na final e ficou com a taça. De lá para cá apenas clubes europeus conquistaram o torneio organizado pela Fifa. Muito mais ricos que os sul-americanos e mais organizados, os times da Europa têm demonstrado que sua hegemonia deverá prosseguir pelo menos por alguns anos.

Desde que a Fifa começou a organizar o mundial, o Corinthians (duas vezes), o São Paulo e depois o Internacional conquistaram a taça entre os brasileiros. A situação dos sul-americanos e, em particular, dos brasileiros, beirou o vexame na edição de 2020, pois o Palmeiras, representante do continente, não apenas deixou de ir à final como ainda perdeu nos pênaltis a decisão do terceiro lugar para o Al Ahly do Egito, algo inédito na história da competição internacional.

O Bayern venceu por apenas 1 x 0 o Tigres, sem se esforçar muito, mas o gol marcado por Pavard no segundo tempo foi com certeza irregular. O artilheiro Lewandowski tocou na bola antes que ela sobrasse para seu companheiro jogar para as redes dos mexicanos. O caso acabou no árbitro de vídeo, que confirmou o tento para os bávaros.

Foi a sexta conquista do clube alemão na temporada de 2020, igualando o feito do Barcelona entre os europeus. Sem dúvida uma era de ouro para os bávaros!