Baianão mais uma vez tem Bahia e Vitória longe das primeiras posições

0
48
Bahia x Vitória

A derrota de 2 x 1 do Bahia para o Atlético de Alagoinhas – atual campeão estadual – demonstra mais uma vez que os gigantes da capital baiana, o Vitória e o próprio Tricolor de Aço, já não são as principais forças do torneio.

O Bahia perdeu sua segunda partida consecutiva. Na rodada anterior saiu derrotado por 1 x 0 por outro clube do interior do estado, o Juazeirense. O Tricolor de Aço ocupa apenas a sétima posição no torneio estadual, com seis pontos em sete jogos e corre o sério risco de ficar de fora da próxima fase, para a qual se classificam quatro dos dez participantes do campeonato baiano.

O Bahia até pode alegar que tem priorizado a disputa da Copa do Nordeste. Porém o tricolor também não vai tão bem no torneio regional, no qual ocupa apenas quarta posição do grupo B, com dez pontos, dois a menos que o líder Ceará.

O Vitória – que em 2022 terá de disputar a Série C – não participa da Copa do Nordeste deste ano, mas também não está entre os quatro primeiros no Estadual. O Leão rubro negro está em quinto lugar no Baianão, com nove pontos, dois atrás do Barcelona (BA), o último dos clubes que estariam classificados para a próxima fase. 

A Jacuipense lidera o Campeonato Baiano com 18 pontos, numa campanha sensacional, pois venceu os seis jogos que disputou. Bem atrás está o segundo colocado, Atlético (BA), com 11 pontos, junto com Bahia de Feira de Santana e o Barcelona. 

Os quatro primeiros do Baianão têm sede no interior do Estado, demonstrando uma clara mudança no eixo do futebol na Boa Terra. Enquanto os ex-gigantes Bahia e Vitória patinam, o interior cresce e conquista seu espaço.