Diretoria do Vasco pede reunião de emergência com administração da SAF

0
518
Foto Matheus Lima/Vasco

Com a equipe do Vasco na zona de rebaixamento da Série A do Brasileirão e há várias partidas sem vitória, a diretoria  do clube, liderada pelo presidente Jorge Salgado, solicitou uma reunião de emergência do conselho de administração da SAF do Gigante da Colina para tratar de possíveis soluções para os problemas de elenco do Cruzmaltino e outros temas preocupantes.

Um ofício foi enviado aos responsáveis pela SAF classificando como alarmante a situação do futebol do clube carioca e cobrando explicações. O conselho tem sete membros, incluindo Jorge Salgado, e é presidida por Josh Wander, dono da 777 Partners. Sua próxima reunião estaria marcada para o próximo dia 21, mas o documento elaborado pelo clube associativo pede que tal encontro, de preferência, ocorra antes desta data.

O Vasco está na 18ª posição da Série A e o técnico Maurício Barbieri não tem conseguido dar um melhor padrão de jogo ao time. Muitos torcedores e parte da administração do clube criticam às vezes duramente a montagem do elenco para este início de temporada. Por isto, querem mais transparência nas decisões sobre a vinda de jogadores e mais investimentos emergenciais.

O setor de comunicação da própria é criticado no documento escrito inglês, que também pede informações sobre atrasos nas compras de jogadores, além da dívida com Andrey Santos, como teria sido noticiado pela imprensa esportiva nos últimos dias. A próxima janela de transferências irá de 3 de julho a 2 de agosto e o clube quer a apresentação de um plano com detalhes sobre quais as ações previstas para tentar melhorar a situação do elenco, que tem sido classificada como grave. Algumas posições continuam carentes e há recém-contratados que estariam rendendo bem abaixo do esperado.

Torcedores vascaínos chegaram a fazer um protesto em frente à sede da 777 nos Estados Unidos e em outros locais e pediram a saída do técnico e de alguns dirigentes, considerados incompetentes.