Domingo de finais de estaduais pelo Brasil

0
39
Estaduais

Domingo de muita emoção e comemorações por todo o País. Nada menos que dez decisões ocorrem ao longo do dia de Norte a Sul do Brasil. Entre os destaques estão o Campeonato Paulista e o Gaúcho. Cearenses, goianos, baianos e capixabas, entre outros, também terão partidas decisivas.

No Campeonato Paulista São Paulo e Palmeiras fazem o segundo e decisivo confronto da final no Morumbi às 16 horas, sem vantagem de empate. Quem vencer fica com a taça e se o jogo terminar empatado haverá cobranças de pênaltis para determinar quem fica com a taça. 

O Verdão luta pelo bicampeonato, enquanto o tricolor quer quebrar um incômodo jejum de nove anos sem títulos. Em termos de Paulistão, a última conquista são paulina ocorreu em 2005. No primeiro duelo da decisão, realizado no meio da semana, empate por 0 x 0 no Allianz Parque.

Em Porto Alegre mais uma vez Grêmio e Internacional decidem o Campeonato Gaúcho na arena do tricolor, também a partir das 16 horas. Por ter vencido o primeiro confronto por 2 x 1 o Imortal pode até empatar para conquistar o tetracampeonato estadual. Ao Inter, que está desde 2016 sem levar a taça do Gauchão, só a vitória interessa.

Outro grande clássico que decidirá um estadual neste domingo é o confronto entre Fortaleza e Ceará. O Tricolor do Pici, por ter tido a melhor campanha na fase inicial do capital cearense, jogará pelo empate contra o Vozão na partida única da final, que começará às 17 horas, na Arena Castelão. O Fortaleza luta pelo tricampeonato, que se confirmado será seu 44º. O arquirrival tem 45.

Na Bahia ocorrerá a partir das 16 horas o segundo jogo de uma final inédita envolvendo dois clubes do interior, Bahia de Feira de Santana e Atlético de Alagoinhas. No primeiro jogo houve um movimentado empate por 2 x 2. Não há vantagem na decisão e se ocorrer um novo empate a decisão irá para a cobrança de pênaltis.

Em Goiás o popular Vila Nova da capital tentará quebrar um jejum de quase 16 anos sem títulos enfrentando o Grêmio Anápolis do interior do estado a partir das 16 horas em seu estádio, o Onésio Brasileiro Alvarenga, conhecido como OBA. No primeiro confronto da decisão houve empate de 1 x 1 em Anápolis e a disputa do título está em aberto, quem vencer leva. Em caso de empate, cobrança de penalidades.

Uma das grandes sensações do domingo de decisões pelo Brasil é a do Tuna Luso. O clube paraense fundado pela colônia portuguesa de Belém venceu o primeiro confronto da decisão do estadual contra o Paysandu por 4 x 2 e pode até perder por um gol para o mesmo adversário a partir das 17 horas no Estádio da Curuzu para ficar o título.

O que mais impressiona no caso da final do Paraense é que a Tuna estava na divisão do estadual do ano passado e não conquista o título desde 1988. Na verdade, há 19 anos que a Águia sequer chegava a uma final de campeonato. Com certeza muitas emoções na tarde/noite deste domingo.

Em Santa Catarina Avaí e Chapecoense começam neste domingo às 16 horas, no Estádio da Ressacada, a decidir o estadual, com o segundo jogo marcado para a próxima quarta-feira. O time do interior, que fará a segunda partida em casa, jogo por dois empates por ter tido a melhor campanha na primeira fase do torneio. Se for campeão o Avaí conquistará seu 18º título e igualará o arquirrival Figueirense no Estado.

No Espírito Santo a final será entre Rio Branco (VN) e Real Noroeste e a primeira partida da decisão terminou 0 x 0. Sampaio Corrêa e Moto Clube, tradicionais rivais no Maranhão, fazem o segundo e decisivo jogo da decisão, com vantagem do empate para o Tricolor. Finalmente, em Mato Grosso Cuiabá e Operário decidem, com o primeiro jogando por um simples empate para levantar a taça. Domingo de muitas emoções no futebol por todo o Brasil!