Ex-ídolo do Manchester United dispara: ‘Superliga Europeia é ganância!’

0
43
Gary Neville
Gary Neville (foto: Reprodução /YouTube/ Sky Sports Football)

A criação de uma Superliga Europeia com apenas 12 clubes tem gerado duríssimas reações de muitos representantes do mundo do futebol, incluindo dirigentes e atletas, em atividade ou já aposentados. Algumas destas reações têm partido de quem já esteve em campo defendendo algum dos fundadores e estão decepcionados.

Um exemplo é Gary Neville, que atuou por mais de 20 anos no Manchester United, onde ganhou vários títulos, inclusive um Mundial Interclubes organizado pela Fifa e duas Champions. Considerado uma lenda dos Reds, Neville está verdadeiramente irado.

“Torço pelo Manchester United há quatro décadas, mas estou com nojo! Absolutamente enojado, principalmente do United e do Liverpool. No Liverpool costumam dizer ‘você nunca caminhará sozinho’ e os dois estão entrando em uma liga sem competição da qual não podem ser rebaixados. É uma absoluta desgraça”, criticou Neville.

Para o ex-jogador do United a verdadeira e única motivação para a criação de tal liga é a ganância dos clubes fundadores. Neville acusou os dirigentes dos 12 clubes de serem impostores que nada têm a ver verdadeiramente com o futebol.

Outro ex-jogador que criticou o anúncio da nova Superliga é o italiano Giuseppe Rossi, que chamou o torneio de uma piada em suas redes sociais. Ele ainda assinalou que tal competição será prejudicial para o futebol mundial.

O brasileiro Richarlison, jogador do Everton – clube fora do rol dos fundadores – também é contrário à nova competição e escreveu em seu Twitter que “as crianças crescem sonhando jogar a Liga dos Campeões e a Copa do Mundo, não uma Superliga.” 

As ligas nacionais já demonstraram sua contrariedade e a UEFA prometeu que fará de tudo para evitar a disputa da superliga, inclusive com sanções e proibição de jogadores dos elencos que participarem do torneio de participarem de copas do mundo pela Fifa. 

A entidade máxima do futebol mundial também não concorda com a criação. Muitos analistas temem que a referida disputa destrua a própria base do esporte mais popular do planeta. O caso com certeza ainda vai render muita polêmica.