Internacional voando alto no Brasileirão

0
69
Internacional voando
foto: Ricardo Duarte

Desde 1996, com o Grêmio, um clube gaúcho não conquista o Brasileirão. De lá para cá somente títulos da Copa do Brasil e até torneios internacionais para o Rio Grande do Sul. 

O Internacional não leva o caneco do mais importante campeonato do País desde o distante ano de 1979, ainda na época do grande time que tinha entre outros craques o habilidoso volante Paulo Roberto Falcão e o chileno Figueroa na zaga. Aquela geração conquistou o tricampeonato do torneio para o alvirrubro de Porto Alegre e se tornou lendária na história do clube.

Este ano, porém, os torcedores colorados estão cada vez mais confiantes de que o jejum terminará. O time vem atuando muito bem e mesmo com desfalques importantes como o chileno Paolo Guerrero, que sofreu uma séria contusão e só retornará aos gramados em 2021, mantém a liderança do Brasileirão com 20 pontos, três à frente de São Paulo e Flamengo.

O treinador argentino Eduardo Coudet, de apenas 45 anos, um ex-jogador que atuava como meia, montou um time bastante competitivo e rápido na condução da bola para o ataque. A equipe é dura de ser batida mesmo quando atua fora de casa. Até o momento o Internacional conquistou seis vitórias e dois empates na competição, com apenas uma derrota.

Na noite desta quinta-feira mais uma vitória, desta vez no Beira-Rio sobre o Ceará, por 2 x 0. Os dois gols foram marcados um em cada tempo pelo meia-atacante Thiago Galhardo – que vive ótima fase no time e é artilheiro do Brasileirão com oito. O Inter não começou muito bem o jogo, mas aos poucos foi se soltando e conseguiu envolver a defesa cearense.

Na próxima rodada o Colorado jogará contra o Goiás no campo do adversário no domingo, às 18 horas. Mais um degrau para que o sonho da imensa torcida do Inter possa se concretizar após mais de 40 anos.