Jorge Jesus é alvo do Flamengo para a vaga de Vítor Pereira

0
225
Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Com o fim da desastrosa experiência com Vítor Pereira no comando do elenco, o Flamengo – humilhado pelo Fluminense na final do Campeonato Carioca – vê no retorno de Jorge Jesus a melhor alternativa para unir a diretoria e apaziguar a fúria dos torcedores. O retorno do “Mister”, porém, pode não ser tão fácil.

O rubro negro terá de pagar nada menos que R$ 15 milhões a VP pelo fim antecipado do contrato. Mesmo assim, o fim do acordo é inevitável depois de tantos fracassos sob a liderança do português, que chegou à Gávea com toda a pompa depois de o clube desligar o vitorioso Dorival Júnior, campeão da Libertadores e da Copa do Brasil. Na ocasião valeu o peso de um nome estrangeiro, o que acabou custando muito caro para o Flamengo no aspecto financeiro, mas principalmente dentro das quatro linhas.

Com Vítor Pereira o Flamengo perdeu várias decisões em menos de quatro meses: Supercopa do Brasil para o Palmeiras, Recopa Sul-Americana para o Independiente Del Valle e a tragédia anunciada do último domingo, quando acabou goleado pelo Fluminense por 4 x 1 no segundo confronto da final do Carioca. No primeiro jogo o rubro negro tinha vencido por 2 x 0, mas mais uma escalação desastrada de VP deixou o time apático e o título estadual mais uma vez foi para as Laranjeiras.

Apesar de Tite, ex-técnico da Seleção Brasileira, ter sido citado como um possível substituto, inegavelmente Jorge Jesus é o grande sonho da diretoria rubro negra e dos torcedores. Em sua passagem pela Gávea, de junho de 2019 a julho de 2020, Jesus comandou a equipe em 58 jogos, com 44 vitórias, dez empates e somente quatro derrotas. O treinador conquistou cinco títulos em 13 meses: uma Libertadores, uma Recopa Sul-Americana, uma Supercopa do Brasil, um Brasileirão e um Carioca. Um currículo invejávuel e que enche a torcida de saudade.

O retorno de Jesus, porém, pode não não ser tão fácil. Afinal, o português tem contrato com o Fenerbahçe da Turquia até o final de maio. O treinador já adiantou que não pretende renovar, mas além de ter deixado a Gávea com relações estremecidas com a diretoria, deverá receber algumas propostas bem vantajosas do exterior, por exemplo da Seleção da Arábia Saudita. De qualquer maneira, os cartolas flamenguistas farão o possível para pavimentar o regresso de Jesus depois do inferno vivido sob o comando de Vítor Pereira.