Liga Espanhola: Messi só sai com pagamento de multa rescisória

0
97
Messi no Manchester City

Se o Manchester City ainda tinha esperança de tirar o supercraque argentino Messi do Barcelona, a Liga Profissional de Futebol da Espanha reduziu as chances dos ingleses. A entidade emitiu um comunicado dando respaldo ao associado clube catalão de que o jogador só poderá sair se o interessado pagar a multa rescisória de 700 milhões de Euros.

Uma cláusula no contrato de Lionel Messi com o Barcelona abre a possibilidade de que o argentino possa fazer uma avaliação e optar pela saída sempre ao final de uma temporada. Com base nisto o supercraque pretendia facilitar sua saída, provavelmente para o Manchester City, clube treinado pelo amigo de Messi, Pep Guardiola.

O Barcelona, porém, não reconhece tal cláusula e interpreta que o argentino deveria ter comunicado tal decisão até o dia 10 de junho deste ano. Messi baseia-se no fato de, por causa da pandemia de Covid-19, a temporada ter se estendido e justificado um atraso na notificação de saída do time catalão.

Enquanto persiste o impasse, Messi – que era esperado no Barcelona para realizar um exame periódico relacionado à Covid-19, mas não compareceu – demonstra cada vez mais sua intenção de sair. O novo técnico do clube catalão, Ronald Koeman, não abre mão do argentino no elenco reformulado que está montando para a próxima temporada. 

O Manchester City atualmente é um dos clubes mais ricos da Europa e provavelmente teria condições de pagar a multa rescisória, mas basta saber se seus dirigentes estariam dispostos a fazer tão vultoso investimento. O Paris Saint Germain da França e a Internazionale da Itália ainda correm por fora para tentar tirar Lionel Messi do Barça, mas com chances reduzidas de sucesso.