Novela Messi se aproxima de final feliz para a torcida do Barcelona

0
85
Messi

Messi até que tentou, mas não conseguiu forçar sua saída do Barcelona e é quase certo que ficará no clube espanhol pelo menos até junho de 2021. O argentino não teve o apoio da Liga Espanhola de Futebol e só poderia deixar o time catalão com o pagamento da multa rescisória de 700 milhões de Euros (cerca de R$ 4,4 bilhões).

Mesmo com o interesse do Manchester City e a presença no clube inglês do amigo e técnico Pep Guardiola, o supercraque portenho não poderá realizar seu sonho de sair da Espanha sem uma longa e desgastante briga judicial com o Barcelona. 

O argentino tencionava sair sem o pagamento da multa, amparado em uma cláusula do contrato que permite que deixe o clube catalão após o término de uma temporada. A diretoria do Barça, porém, desconsiderou tal cláusula, informando que para que o item valesse Messi teria de ter comunicado o clube de sua intenção de sair até o último dia 10 de junho. 

O craque tentou alegar que a pandemia de Coronavírus estendeu a temporada passada e por isso ainda poderia exercer seu direito contratual. O caso foi parar na Liga espanhola, que deu razão ao Barcelona e dificultou o projeto de saída de Messi. O altíssimo valor da multa também acabou desestimulando o Manchester City, que preferiu esperar mais uma temporada para ter o argentino no seu elenco. 

Com o desfecho praticamente certo quem ganha é a torcida do Barça que, mesmo decepcionada com a recente eliminação na Uefa Champions League com uma vexatória derrota por 8 x 2 para o Bayern de Munique, não queria que seu maior ídolo fosse embora.