Para médico da Dinamarca, atendimento rápido ainda no gramado salvou a vida de Eriksen

0
70
Christian Eriksen
Christian Eriksen (foto: Reprodução TV)

Um grande susto que felizmente terminou bem. Por vários minutos o mundo do futebol ficou em suspenso após o meia dinamarquês Christian Eriksen cair desacordado em campo durante a partida de sua seleção contra a Finlândia na estreia das duas equipes na Eurocopa, em Copenhague.

Eriksen teve um mal súbito aos 42 minutos do primeiro tempo, quando a partida estava empatada em 0 x 0 e a Dinamarca dominava o adversário. Ele ficou desacordado no gramado por 15 minutos recebendo os cuidados médicos emergenciais. Depois de reanimado o atleta foi levado para um hospital e mais tarde chegou a se comunicar com os companheiros, deixando-os mais tranquilos em relação ao seu estado.

O médico da Seleção dinamarquesa, Morten Boesen, enfatizou que o rápido atendimento prestado no gramado do estádio com certeza salvou a vida de Eriksen, jogador de 29 anos que conquistou com a Internazionale o título italiano da temporada.

– Ele realmente ficou inconsciente e quando eu cheguei para o atendimento ele estava virado de lado, respirando e conseguia sentir seu pulso. Fizemos massagem cardíaca e o que podíamos fazer e o trouxemos de volta. Ele até mesmo falou comigo antes de seguir para o hospital para ser mais uma vez examinado – explicou o médico dinamarquês.

Muito emocionado, o técnico da Dinamarca, Kasper Hjulmand, disse que foi uma experiência muito traumática para todos no estádio, principalmente para os companheiros da seleção. Ele lembrou que Eriksen é uma pessoa muito querida e houve momentos de desespero, mas felizmente tudo terminou.

Horas depois da paralisação do jogo por causa do que aconteceu com Eriksen o confronto entre as seleções foi reiniciado e a Finlândia venceu por 1 x 0. Ainda não se sabe se o meia dinamarquês ainda terá condição de jogar alguma partida da Eurocopa.