Revoltada com o rebaixamento do Santos, torcida picha muros da Vila Belmiro

0
308
Foto: Divulgação/Santos

O primeiro rebaixamento nunca se esquece. A até então inédita queda do Santos para a Série B continua gerando protestos por parte de seus revoltados torcedores. A madrugada desta segunda feira (11) deixou claro mais uma vez que os santistas querem mudanças profundas tanto na diretoria quanto no elenco do alvinegro praiano.

Os muros do Estádio da Vila Belmiro amanheceram pichados por frases contra membros da direção e atletas do clube. Por mais que o presidente do clube, Andres Rueda, tenha pedido desculpas à torcida por meio das redes sociais do Santos, a situação segue muito tensa na sede do Peixe.

Frases como “elenco frouxo”, “jogadores lixo” e “fora todo mundo” podiam ser vistas no estádio. Os nomes do próprio presidente do clube, do vice, José Carlos de Oliveira, e de outros membros da direção como o gerente de comunicação, Fábio Maradei são citados nas paredes pelos pichadores, inclusive com uma cruz desenhada ao lado.

As pichações foram apagadas em poucas horas por funcionários do Santos, mas os muros permaneciam com vestígios de tinta. Durante a eleição que levou Marcelo Teixeira de volta à presidência do clube alguns torcedores chegaram a ameaçar o presidente do conselho deliberativo e tentaram invadir o ginásio da Vila Belmiro, onde ocorria o pleito.

A diretoria do clube paulista deverá pedir um reforço na segurança nos arredores do estádio para evitar novas manifestações de ira dos torcedores, inconformados com o rebaixamento santista.