Tite: jogando para a arquibancada

0
19
Tite
Lucas Figueiredo/CBF

O fato não é novo e, em época de convocação para a Seleção Brasileira, costuma retornar ao noticiário esportivo: as escolhas muitas vezes polêmicas dos treinadores. Repercutiu negativamente a escolha de Pedro, centroavante do Flamengo, para o lugar de Neymar, lesionado, visando os jogos do Brasil contra a Venezuela e o Uruguai pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

A rigor, o técnico da Seleção Tite deveria convocar um ponta-de-lança, que é a posição do próprio Neymar, e não um centroavante como Pedro, por mais que este esteja de fato se destacando no Brasileirão na atual temporada. 

A decisão do técnico vai prejudicar o time do Flamengo em jogos importantes e decisivos da Copa do Brasil, o mesmo ocorrendo com o próprio Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro está entre os maiores favoritos nas duas competições nacionais.

Na verdade, e pelos mais variados motivos, os clubes sempre foram subservientes aos regulamentos e tabelas de campeonatos realizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e seus dirigentes aceitam tudo como cordeiros. 

Nas convocações muitas vezes impera a demagogia, como no caso de Tite que, quando dirigia o Corinthians, reclamava de algumas convocações, pois tiravam jogadores importantes do seu time em jogos decisivos. Então cabe perguntar por que agora faz o mesmo com outros clubes como o Flamengo. Ao que parece o treinador está apenas jogando para a arquibancada!