Torcedores do Vasco fazem protesto em frente ao escritório da 777

0
178
Imagem: Divulgação

Um grupo de membros de torcidas organizadas do Vasco fez um protesto na manhã desta terça-feira contra a diretoria do clube e pedindo a saída do técnico Maurício Barbieri do comando do elenco. a manifestação dos torcedores aconteceu em frente ao escritório da 777 Partners, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Os torcedores levaram várias bandeiras e faixas de protesto. Eles pediram a saída da 777 Partners, do CEO Luiz Mello e do diretor esportivo do clube, Paulo Bracks. Abel Braga, diretor-técnico vascaíno, também teve a saída pedida pelos cruzmaltinos no protesto desta terça feira pela manhã.

Uma das bandeiras levadas pelas organizadas continha a frase “Cadê o futebol” e outras demonstravam toda a irritação dos torcedores com o momento vivido pelo clube na Série A do Campeonato Brasileiro, no qual ocupa somente a 17ª posição, amargando a zona de rebaixamento da competição nacional.

Pedindo jogadores e o cumprimento de promessas que teriam sido feitas por dirigentes vascaínos por ocasião da mudança de gestão no clube e a parceria com a 777, os membros das organizadas aumentaram ainda mais a pressão sobre o técnico, elenco e diretoria. O Vasco passou por nada menos que quatro rebaixamentos em menos de 15 anos e os torcedores de fato acreditaram que com a implantação da SAF não teriam de viver novamente tal realidade.

Apesar dos protestos e da pressão nas redes sociais, a diretoria do Vasco já deixou claro que manterá Maurício Barbieri como técnico e prometeu novas contratações na próxima janela para reforçar o elenco. Depois da derrota por 4 x 2 para o São Paulo na última rodada, no Morumbi, no próximo final de semana o Cruzmaltino tem mais um duro compromisso pela Série A do Brasileirão, quando enfrentará o Fortaleza no Ceará. Um novo insucesso certamente tornará ainda mais insustentável a crise vascaína.