Botafogo defende a liderança do Brasileiro contra o Galo

0
219
Foto: Reprodução/Botafogo F.R.

O Botafogo entra em campo neste domingo, ás 18h30, no Estádio Nilton Santos, para enfrentar o Atlético (MG) e defender uma situação que não ocorria há uma década, a liderança isolada da Série A do Campeonato Brasileiro após as três primeiras rodadas do torneio nacional.

No meio da semana o alvinegro carioca enfrentou a LDU pela Copa Sul-Americana no mesmo estádio e não saiu do empate sem gols, perdendo a chance de ultrapassar o próprio adversário na liderança de seu grupo. O Botafogo tem dificuldade de enfrentar adversários que permaneçam postados na defesa sem se arriscarem muito, algo que o técnico Luís Castro precisa corrigir. Pelo Brasileirão o Glorioso derrotou o maior rival, o Flamengo, por 3 x 2 na última rodada, no Maracanã.

O Atlético (MG) tem uma equipe recheada de grandes jogadores, com destaque para o veterano artilheiro Hulk. Contudo, o Galo ainda não se firmou na temporada, embora venha de dois triunfos, sobre o Alianza Lima pela Libertadores no meio da semana e, antes, contra o xará Athletico pelo Brasileirão. Pela Série A o time comandado pelo técnico Eduardo Coudet tem uma vitória, um empate e uma derrota.

Para o duelo com o Galo o Botafogo não terá o lateral Rafael, mais uma vez expulso de uma partida, contra o Flamengo, e que terá de cumprir suspensão. Luís Castro também não terá Danilo Barbosa, que sentiu uma contusão na coxa no confronto com a LDU pela Sul-Americana. Di Plácido entrará na lateral, mas no meio o treinador ainda tem a dúvida se usará Marlon Freitas ou Lucas Fernandes.

No Atético Eduardo Coudet contará com os retornos do zagueiro Maurício Lemos, do lateral Mariano, do meia Patrick e do atacante Paulinho, que não estiveram em campo na vitória sobre o Alianza Lima pela Libertadores no meio da semana. O volante Otávio, com lesão na Panturrilha, desfalcará o Galo.

O jogo entre Botafogo e Atlético (MG) será transmitido para todo o Brasil pelo canal Premiere. O árbitro do confronto será o paulista Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Alex Ang Ribeiro e Fabrini Bevilaqua Costa, também do Estado de São Paulo. O responsável pelo VAR será o paranaense Rodolpho Toski Marques.

Escalações:

Botafogo: Lucas Perri; Di Plácido, Adryelson, Cuesta e Marçal; Marlon Freitas (Lucas Fernandes), Tchê Tchê e Eduardo; Júnior Santos, Victor Sá e Tiquinho Soares.

Atlético (MG): Everson; Mariano, Fucks, Jemerson e Rubens; Battaglia, Edenilson, Zaracho e Igor Gomes; Paulinho e Hulk.