Ceará se agiganta e confirma supremacia no futebol nordestino

0
230
Ceará

O Ceará tem superado tradicionais forças do futebol nordestino como Bahia e Sport – para não falar do arquirrival doméstico Fortaleza – e caminha para confirmar sua supremacia no futebol da região, além de estar em melhores condições que potências do eixo Sudeste-Sul como Botafogo, Vasco e outros no Brasileirão de 2020.

O clube conquistou uma Copa do Nordeste invicto, tem batido seguidamente times de sua região e está na oitava colocação da Série A, com 45 pontos, assegurando seu quarto ano consecutivo na elite do futebol brasileiro, um recorde entre os clubes nordestinos, mais acostumados às idas e vindas entre as divisões.

Os demais representantes da região no Brasileirão estão bem abaixo do Vozão na tabela de classificação, com o Sport em 14º lugar, o Fortaleza em 15º e o Bahia em 17º, na zona de rebaixamento.

Em 19 jogos contra equipes nordestinas das Séries A e B na temporada o Vozão venceu 12, empatou três e perdeu quatro, com um aproveitamento até aqui de 68,4%. O elenco do alvinegro mescla jogadores jovens e alguns mais experientes que já atraem a cobiça de grandes clubes como Flamengo, Grêmio ou Atlético (MG). Caso, por exemplo, do meia artilheiro Vina, atleta que tem se destacado nacionalmente.

O presidente do Ceará, Robinson de Castro, explica como o clube tem se tornado uma potência regional nos últimos anos: “fizemos o dever de casa, com muita organização financeira, infraestrutura em todas as áreas, em pessoal e no elenco. Temos um trabalho que vai além da formação, atletas com qualidade técnica e perfil cognitivo alto. Tudo com muita convicção e confiança nos resultados que teremos”, destaca.

O sucesso do Vozão bem poderia servir de referencial para alguns clubes como Cruzeiro, Botafogo e Vasco da Gama, por exemplo, que têm se notabilizado por causa de sucessivas diretorias incompetentes e falta de profissionalismo. O Vozão tem falado mais alto no Nordeste e sua próxima meta e tentar nos jogos que lhe restam no Brasileirão chegar pelo menos à pré-Libertadores, o que seria um grande feito para o futebol na região e em especial para o Estado do Ceará.