Flamengo volta à carga por público em seus jogos

0
20
Michael
Michael (foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

A liberação parcial de público para a final da Copa América entre Brasil e Argentina no último sábado à noite irritou os dirigentes do Flamengo, que prometem voltar à carga para também poderem ter torcedores em jogos do clube no Campeonato Brasileiro.

Não é segredo de ninguém que a diretoria do rubro negro carioca sempre foi a favor da liberação do público, contrariando a posição de outros clubes, inclusive do Rio de Janeiro como o Botafogo e o Fluminense, além a da maioria dos paulistas. Com o ocorrido na Copa América, a intenção da direção flamenguista é costurar uma aliança entre pelos algumas das agremiações para pressionar prefeitos e governadores.

Os rubro negros alegam que o nível de contaminação está moderado, pelo menos no Estado do Rio de Janeiro. O presidente do atual bicampeão brasileiro, Ronaldo Landim, quer conversar com o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes, a respeito do tema.

A Federação Carioca de Futebol, por meio de seu presidente, Rubens Lopes, parece se aliar ao Flamengo, pois quer o mesmo tratamento dispensado à Conmebol, com a liberação de pelo menos parte da capacidade de estádios como o Maracanã, Nilton Santos e São Januário.

A Secretaria Municipal der Saúde do Rio de Janeiro poderá reavaliar a presença de público em competições esportivas como o futebol se forem seguidos os protocolos sanitários referentes à Covid-19. Portanto, a questão está principalmente nas mãos dos governantes municipais e estaduais. O Flamengo também tentará estender tal discussão a clubes de outros estados, principalmente São Paulo e Minas Gerais, vizinhos ao Rio de Janeiro.