Os desafios à espera de Rogério Ceni

0
87
Rogério Ceni
Rogério Ceni (foto: Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

O técnico Rogério Ceni aceitou dirigir o time do Flamengo na disputa da reta final de competições importantes. Por que não esperou o término da temporada? A proposta salarial era irrecusável e tinha que agir rápido, como de fato agiu, dirá o torcedor rubro-negro. É, pode ser… mas dinheiro, como muitas outras coisas na vida, não pode ser um fim em si mesmo.

Na estreia o treinador perdeu para o São Paulo no primeiro jogo pelas quartas de final da Copa do Brasil e o mesmo ocorreu na partida de volta, o que causou a eliminação precoce do rubro negro carioca da competição nacional. 

Pelo Brasileirão o Flamengo empatou com o Atlético -GO já sob o comando de Ceni e venceu o Coritiba, que está na zona do rebaixamento. Além da reta final da Série A, o clube tem também pela frente a disputa da Copa Libertadores da América, da qual é o atual campeão. 

Desafios para Rogério Ceni: A pressão será grande. E não está em jogo sua qualidade como técnico, pois já provou o seu valor, diante do bom trabalho à frente do Fortaleza. A questão reside no seu temperamento, às vezes intempestivo e com pouco jogo de cintura.

Foi o que ocorreu, por exemplo, à época em que dirigiu o São Paulo, em 2017 e não foi bem. Em num jogo contra o Corinthians, pela semifinal do Campeonato Paulista, no vestiário, cobrou uma satisfação do zagueiro Rodrigo Caio por ter avisado ao árbitro que uma falta cometida pelo centroavante Jô na verdade tinha sido cometida por ele – Rodrigo Caio -, um dos melhores zagueiros do país, que depois foi para o Flamengo, onde provou todo o seu talento e hoje faz parte da Seleção Brasileira. 

Ao ser avisado, o árbitro então cancelou o cartão amarelo que havia dado para o Jô que, caso tivesse sido confirmado, deixaria o atacante corintiano de fora do próximo jogo. O gesto raro do zagueiro, uma postura ética de autêntico fair play, repercutiu positivamente na imprensa esportiva, mas irritou o técnico Rogério Ceni, que ficou com uma mancha no currículo. Fatos como estes e constantes desentendimentos com atletas e dirigentes precisam ser superados pelo talentoso Ceni se quiser ter sucesso no atual campeão brasileiro a da Libertadores.