Odair Hellmann se supera e mantém o Fluminense competitivo na Série A

0
55
Fluminense
foto: Site oficial do Fluminense

O Fluminense não joga de maneira vistosa como o São Paulo nem tem um elenco tão diferenciado quanto o Flamengo e o Atlético (MG), por exemplo, mas tem feito bonito no Brasileirão deste ano, mesmo enfrentando constantes desfalques, e sabendo lidar com suas próprias limitações.

O técnico tricolor Odair Hellmann conseguiu no último final de semana mais um feito digno de nota ao conseguir bater o forte Internacional em Porto Alegre. Há oito anos o tricolor carioca não derrotava o Colorado na capital gaúcha e a vitória na rodada veio mesmo com oito desfalques.

Com o resultado, o clube das Laranjeiras chegou ao quinto lugar, na faixa da pré-Libertadores, e apenas quatro pontos atrás do atual líder do Brasileirão, o Atlético (MG), que tem 39 pontos, o que leva a torcida tricolor a sonhar com o título brasileiro conquistado pela última vez em 2012, na época da parceria com a Unimed.

Além de sempre dispor de uma base boa, formada em Xerém, o Flu tem em Odair Hellmann um treinador perfeccionista e que sabe extrair o melhor das peças limitadas que lhe são oferecidas. Como vaticina o antigo ditado, Hellmann “tira leite de pedra” e vai avançando como um dos treinadores mais competentes do atual Brasileirão.

A vitória sobre o Internacional também contou, é claro, com o bom aproveitamento dos erros do próprio adversário. O Colorado sem Eduardo Coudet e com Abel Braga é outro bem diferente e desde a saída do primeiro praticamente perdeu a identidade e o pique no Brasileirão. O time gaúcho ainda está em quarto lugar e só dois pontos atrás do líder, mas precisa se reencontrar rapidamente se ainda quiser brigar pelo título brasileiro de 2020.