Colocar as finanças em dia é prioridade de novo presidente do São Paulo

0
142
Julio Casares
Julio Casares - Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ainda na disputa do Campeonato Brasileiro, do qual é líder com sete pontos de vantagem sobre o segundo colocado, mas recém-eliminado da Copa do Brasil pelo Grêmio, o São Paulo tem desde a última sexta feira um novo presidente.

Júlio Casares assumiu o cargo em cerimônia realizada no salão nobre do Estádio do Morumbi para um mandato de três anos. O novo mandatário prometeu muito esforço e dedicação ao clube e adiantou que uma política de austeridade será prioritária para equacionar os problemas financeiros do São Paulo.

Renegociar dívidas e economizar são, para o novo presidente são paulino, ações fundamentais da nova administração. Ele já nomeou alguns funcionários para compor a nova diretoria, que começa a trabalhar imediatamente no estudo dos problemas e possíveis soluções para o clube paulista.

– Queremos a austeridade financeira e faremos sim economia para combater os problemas que afligem o clube e preocupam a torcida como um todo – destacou Casares no discurso de posse no salão nobre do Morumbi.

Poucas pessoas compareceram à cerimônia de posse do novo dirigente do São Paulo, medida necessária por causa da pandemia do novo Coronavírus. Casares derrotou Roberto Natel no pleito são paulino e anunciou que o ex-técnico Muricy Ramalho seria o coordenador de futebol do tricolor. Muricy é muito identificado com o São Paulo, onde conquistou importantes títulos. A medida agradou à torcida.

O São Paulo, adiantou seu novo presidente, terá um sistema de câmaras setoriais compostas por conselheiros e haverá a delegação de funções para descentralizar ainda mais a administração. Até a próxima semana Júlio Casares promete anunciar um plano com 50 metas a serem atingidas já nos primeiros 100 meses no cargo.