Avaí e Goiás tropeçam e Botafogo pode voltar à vice-liderança

0
17
Torcida do Botafogo
Torcida. Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo)

Derrotado em casa na última semana pelo Avaí por 2 x 1, o Botafogo de quebra perdeu a vice-liderança e a “gordura” no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. A 29ª rodada do torneio, porém, começou muito bem para o alvinegro carioca, que se vencer seu próximo compromisso, contra o CRB também no Estádio Nilton Santos, recuperará a segunda colocação e colocará uma pequena vantagem sobre o quarto colocado no grupo de acesso.

No início da rodada o Goiás, quarto colocado, perdeu em Recife para o Náutico por 3 x 2 em uma partida muito movimentada. O Avaí, que bateu o Botafogo fora de casa, empatou na Ressacada com a Ponte Preta pelo placar de 1 x 1, além de perder a chance de se aproximar do líder Coritiba e manter-se na vice-liderança. Com isto, um triunfo do Glorioso no Nilton Santos, mudará novamente as posições no G4.

Uma vitória do Botafogo sobre os alagoanos o levará a 51 pontos na tabela de classificação. O Avaí ficou com 20 e o Goiás permaneceu com 48. O CRB, adversário do Botafogo na sexta-feira á noite, também tem 48, e se triunfar no Rio de Janeiro também pode assumir a vice-liderança.

O Botafogo chegou a ter cinco pontos de vantagem sobre o quinto colocado e ter uma boa “gordura” na disputa pelo G4, mas perdeu fôlego e precisa urgentemente recuperar a pegada que o levou a ser o melhor mandante da Série B.

O Náutico manteve-se na liderança por várias rodadas, perdeu o compasso e caiu bastante. O Timbu, porém, voltou a jogar bem e vencer e embora ainda esteja um pouco longe do G4 – o alvirrubro pernambucano tem 41 pontos -, já sinaliza que logo estará de novo na briga pelo acesso.

Outro clube que desponta na reta final é o Vasco. Os cruzmaltinos chegarem a ser considerados carta fora do baralho para o acesso, mas seguem vencendo sob o comando do técnico Fernando Diniz e a batuta do experiente ídolo Nenê e estão em sexto lugar, com 43 pontos, cada vez mais perto do G4.

De um modo ou de outro, a luta pelo acesso promete ser das mais acirradas e emocionantes dos últimos anos. Um erro pode ser fatal e significar a perda da vaga para a Série A.