Cruzeiro corre contra o tempo por mais reforços

0
70
Cruzeiro

Às vésperas de receber o terceiro Transfer Ban (impedimento de registro de atletas) por parte da Fifa pelo não pagamento de uma dívida com um clube do exterior, o Cruzeiro corre contra o tempo para conseguir se reforçar para o restante da Série B.

O clube mineiro tem uma semana de prazo da Fifa para pagar R$ 7 milhões ao Defensor do Uruguai ainda pela compra do meia Arrascaeta – hoje no Flamengo – em 2015, portanto uma dívida que já vem se arrastando há seis anos.

O Cruzeiro está mais uma vez na zona de rebaixamento para a Série C e ao contrário do que sua diretoria projetou durante o campeonato mineiro o elenco precisa sem dúvida se reforçar para não correr mais riscos na competição.

A diretoria mira a contratação de um lateral-esquerdo mais experiente e um atacante, pois a vinda de Keké não foi concretizada pela equipe mineira. Também não está descartada a contratação de pelo menos mais um volante e um zagueiro, pois não há muitas opções para estas posições no elenco azul.

O meia Giovanni Piccolomo, que estava emprestado ao Avaí, regressou ao clube mineiro, que também já reintegrou o volante Ariel Cabral e o atacante Thiago para encorpar o grupo à disposição do técnico Mozart. Até a próxima quarta-feira o Cruzeiro deverá anunciar a contratação do lateral-direito Norberto e o atacante Wellington Nem. 

O diretor de futebol do Cruzeiro, Rodrigo Pastana, tem se esforçado nos últimos para levar alguns atletas para Belo Horizonte antes da punição certa da Fifa, pois o clube continua em grave crise financeira e não tem no momento condições de saldar a dívida com o Defensor do Uruguai.

O Cruzeiro está em 18ª lugar na Série B com apenas 4 pontos.