Felipão é o novo técnico do Cruzeiro

Depois de 20 anos Scolari retorna ao clube mineiro com a missão de tirar a Raposa da zona de rebaixamento da Série B e retornar à elite do futebol

0
11
Felipão
Felipão está de volta ao Cruzeiro - Foto: Cruzeiro/Divulgação

O Cruzeiro anunciou na noite desta quinta feira que Luiz Felipe Scolari aceitou a proposta da diretoria e será o novo treinador do clube mineiro na Série B. Scolari, de 71 anos, assinará contrato até o final de 2022. Antes de fechar com Felipão a Celeste tinha recebido recusas de técnicos como Lisca (América-MG) e Marcelo Chamusca, que dirige atualmente o líder da competição Cuiabá.

A missão de Scolari será muito difícil. O clube está em 19º lugar da Série B e correndo sério risco de rebaixamento. Não vence há três jogos e só em 2020 já teve três treinadores: Adilson Batista, Enderson Moreira e recentemente Ney Franco, que não permaneceu nem 100 dias no comando do elenco.

Será a segunda vez que Felipão comandará o Cruzeiro. Ele dirigiu o clube mineiro entre julho de 2000 e junho de 2001, saindo apenas para ser o técnico da Seleção Brasileira que viria a conquistar a Copa do Mundo de 2002 na Coréia do Sul e Japão.

Na ocasião Felipão chegou a conquistar pelo Cruzeiro o título da Copa Sul-Minas de 2001. Ele dirigiu o Cruzeiro em 75 oportunidades, com um total de 40 vitórias, 24 empares e 11 derrotas, com 64% de aproveitamento. Agora Scolari terá de enfrentar uma situação completamente diferente, de “terra arrasada” e quase desesperadora na Série B.